top of page

*ALTERNATIVA SUSTENTÁVEL* Município busca outorga para reuso de efluentes tratados na fertirrigação

A Prefeitura Municipal, por meio do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE), está buscando junto a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA), autorização para reuso dos efluentes tratados da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) na fertirrigação em propriedades rurais da região da bacia do Ararão. O reuso de efluente tratado na irrigação já é realidade em diversos municípios brasileiros, em especial na produção de café no estado de Rondônia.


Nesta segunda-feira, dia 20/05, o Prefeito Vander Masson e o Diretor do SAMAE, Marcos Scolari se reuniram com equipe técnica da SEMA, em Cuiabá, onde procederam com as tratativas para a liberação da outorga e posterior execução do projeto que promete ser uma alternativa para correta destinação do esgoto tratado sem causar danos ao meio ambiente, assim como promover a irrigação de maneira sustentável.


“A ideia é a gente conseguir a outorga, uma autorização, por meio de um ofício direto da SEMA, autorizando a liberação para ponto de fertirrigação utilizando o esgoto tratado, e a sobra a gente descartava no Ararão, como já é feito hoje, mas em bem menor quantidade”, explica Marcos Scolari, pontuando que o método é alternativa viável e com menor impacto no meio ambiente, especialmente no Rio Ararão.


De acordo com Scolari já existem proprietários rurais interessados na fertirrigação utilizando o esgoto tratado de Tangará da Serra. “Existem alguns interessados, tanto para irrigação de pastagem quanto para a produção de café”, pontuou.


A fertirrigação com esgoto tratado é o sistema de aplicação de fertilizantes advindos do próprio esgoto às plantas, havendo assim, o progressivo aumento da produtividade agrícola sem gerar danos ambientais e promovendo uma alternativa sustentável.

Fonte:Assessoria de Comunicação

Comments


bottom of page