top of page

Caso Edinho justiça condena a viúva e amante pelo crime contra o servidor público


O julgamento que condenou Carla Fernando toloi Ferreira da Costa a 25 anos e 11 meses,e seu amante Anderson Fabiano Pereira a 20 anos e 4 meses, aconteceu nesta terça-feira (30/04/2024) 4 anos depois do crime que chocou Tangará da Serra.


O crime aconteceu 6 de novembro de 2020 quando Edson Vicente da Costa de 52 anos, servidor público que trabalhava na prefeitura municipal de Tangará da Serra conhecido como Edinho foi assassinado pela então mulher e seu amante.Os dois estão presos desde junho de 2021, ambos, uma vez que não houve o desmembramento do processo foram julgados e condenados


A condenação de Carla e Anderson representa um passo importante na busca por justiça para a família de Edinho e para a sociedade de Tangará da Serra. Espera-se que a punição desses criminosos traga um certo alívio para todos que foram afetados por esse trágico acontecimento.


O Delegado Adil Pinheiro, que presidiu as investigações, foi a primeira testemunha da acusação e relatou aos jurados as provas colhidas que demonstraram a culpa dos investigados.


É preciso ressaltar a importância do trabalho da polícia e do sistema de justiça para resolver crimes como esse e garantir que os responsáveis sejam responsabilizados pelos seus atos. A comunidade deve continuar a cooperar com as autoridades para manter a segurança e a paz na cidade.


Espera-se que a condenação de Carla e Anderson traga um pouco de justiça e tranquilidade para a família de Edinho e para todos aqueles que foram impactados por esse evento. Que casos como esse possam servir de alerta para a sociedade sobre a importância de resolver conflitos de forma pacífica e buscar ajuda em situações de violência doméstica.


Comments


bottom of page