top of page

COSTURANDO & EMPREENDENDO


Curso oferecido pela Prefeitura ensina técnicas de costura e confecção de fronhas e lençóis

A Prefeitura de Tangará da Serra, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), com apoio do Gabinete de Políticas Públicas para Mulheres (GPPM), está ofertando mais um curso que tem como objetivo qualificar moradoras da cidade na área de corte e costura e oferecer a elas uma nova oportunidade de renda.


É Costurando & Empreendendo.

O Prefeito Municipal, Vander Masson, a Primeira-dama, Silvana Ló Masson, e a Secretária de Assistência Social, Márcia Kiss, fizeram a abertura oficial do curso que irá, ao longo de duas semanas, contemplar 20 mulheres que sairão preparadas para fazer pequenos reparos em roupas e confeccionar fronhas e lençóis. O curso conta com emenda da Deputada Federal Rosaneide.


O Prefeito Vander destaca a importância de ações como essa para a comunidade. “Nossa gratidão a deputada pelo empenho e dedicação e por escolher Tangará pra trazer esse curso tão importante para essas mulheres, porque elas vão aprender e com certeza vai ser muito útil para a vida delas, no seu ambiente familiar e também costurando e empreendendo, que elas possam abrir o seu próprio negócio, gerar emprego e renda”, destacou o Prefeito.


A Secretária Márcia Kiss também salienta que o curso trará oportunidade a essas famílias. “Muitas vezes as pessoas têm dificuldade de encontrar alguém para fazer uma barra de calça, trocar um zíper, pregar até um botão e aí a gente está trazendo, proporcionando para elas aqui essa qualificação. Em duas semanas de cursos elas vão sair daqui aptas a poder atender a população, e acima de tudo poder trazer para dentro da sua casa uma renda melhor”, ponderou.


A instrutora do curso, Neide da Silva, conta que sobrevive da profissão de costureira e que a oportunidade deve ser abraçada pelas mulheres que estão fazendo o curso. “É gratificante ver que elas abraçaram a oportunidade, elas vão sair daqui contentes e felizes, porque eu tenho certeza que elas vão aprender e terão uma fonte de renda”, disse.

Texto: Alexandre Rolim/Assessoria de Comunicação

Kommentarer


bottom of page