top of page

Ex-presidiária é executada com tiros à queima-roupas durante festa em MT


Assassino atirou pelo menos 5 vezes e fugiu pelas margens de um rio


Uma “festinha” regada a bebidas alcoólicas na beira de um rio terminou em homicídio com uma jovem de 18 anos executada com tiros à queima-roupas, no município de Alto Araguaia (415 km de Cuiabá), na tarde deste sábado (8).


A vítima, Emilly Ketllen Cândido dos Santos, é ex-presidiária e usava uma tornozeleira eletrônica. Ela foi atingida por tiros no rosto, peito e ombro e morreu no local, sem qualquer possibilidade de ser socorrida.


Populares que estavam num clube recreativo às margens do Rio Boiadeiro disseram ter ouvido cerca de cinco tiros, seguido por gritaria vindos de um grupo de pessoas que ingeria bebidas alcoólicas nas proximidades e logo viram o corpo da jovem caído no chão.


Aos policiais militares que atenderam a ocorrência, os frequentadores do clube também disseram que viram um homem, suspeito de ser o autor do homicídio, trajando roupa de cor cinza com um capuz, saindo do local pelas matas ciliares do rio. Ele tinha um porte médio, conforme os relatos das testemunhas.


À Polícia Militar, coube somente isolar a cena do crime e acionar equipes da Polícia Civil e da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), para início dos procedimentos investigativos e de coleta de evidências na cena do crime.


Ao término dos procedimentos no local, conduzidos por um perito plantonista, o corpo de Emilly Ketllen foi liberado para uma funerária da cidade.

 Fonte:Terra MT Digital

Commentaires


bottom of page