top of page

Homem mata esposa esfaqueada e chora ao lado do corpo; ele afirma que crime foi a mando de facção


Foto: Reprodução/Gazeta Digital

Marilsa Aparecida Neubs, 48, foi morta a facadas, na madrugada desta quinta-feira (18), em Cotriguaçu-MT (950 km ao nordeste de Cuiabá). O suspeito é o marido, Antônio Cordeiro de Lima Filho, 37, que foi preso logo em seguida. Ele negou o crime e chorou ao lado do corpo quando os policiais chegaram. Depois, alegou que matou a mando do chefe de uma facção.


Acusado também responde por estupro e furto.


Conforme o boletim de ocorrência, a Polícia Militar recebeu uma denúncia às 01h14, que dizia ter uma mulher esfaqueada próximo da avenida Brasil.


Ao chegar no local, os agentes encontraram o marido sentado ao lado do corpo da vítima. Aos prantos, ele abraçava a esposa e dizia que "tinham esfaqueado a mulher".


Questionado, ele apresentou versões contraditórias, inclusive de que a vítima teria andado cerca de 500 metros pedindo socorro. Os policiais perceberam o nervosismo, pois o mesmo parava de chorar e se mantinha calmo quando ia responder às perguntas.


Já na delegacia o homem confessou o crime, alegando que foi obrigado pelo chefe de uma facção a matar a esposa, pois os dois deviam dinheiro para traficantes da região.


O homem, que já responde por furto e estupro, foi preso em flagrante pelo crime de feminicídio.


Fonte: Gazeta Digital

Comments


bottom of page