top of page

Morador de Tangará é encontrado morto em presídio da capital


Um detento de Tangará da Serra, preso na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, foi encontrado morto na cela que ocupava desde fevereiro de 2022. Além dele, outro detento morreu em outra cela. As vítimas foram identificadas como Juliano Rodrigo Pereira, de 35 anos, e Diego Rodrigues dos Santos, de 29, que era morador de Tangará da Serra e membro da organização criminosa Comando Vermelho. Diego era conhecido na cidade por envolvimento em diversos crimes. Ele residia, desde criança, na Vila Esmeralda. Diego foi um dos alvos da operação ‘PC Impacto’, deflagrada em fevereiro pela Polícia Judiciária Civil contra uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas. Segundo a Sesp (Secretaria de Estado de Segurança Pública), Juliano e Diego morreram em celas diferentes - um no raio 4 e outro na raia 6. A secretaria disse, em nota, que as circunstâncias da mortes serão apuradas em um inquérito policial. O tentou contato com a direção da penitenciária, mas as ligações não foram atendidas. Equipes da Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) e da Polícia Judiciária Civil, foram acionadas pela direção da unidade prisional para apuração e esclarecimentos das mortes.

Com informações da Gazeta Digital

Comments


bottom of page