top of page

Operação contra facção criminosa em Sorriso, Tangará e outras cidades


Uma força-tarefa da Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar de Mato Grosso deflagrou a Operação Dissidência na manhã desta quinta-feira (18), para cumprimento de 22 mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária e 36 de busca e apreensão nos estados de Mato Grosso e Rio de Janeiro integrantes de uma facção criminosa envolvida em crimes como homicídios, tortura e tráfico de drogas.


Durante as investigações foi identificado que na região centro-norte do estado estaria ocorrendo uma guerra entre uma facção criminosa e uma parte do grupo pelo controle na venda de drogas, principalmente, em Sorriso, o que provocou um aumento exponencial em homicídios no município.



Foi instaurado um inquérito policial para apurar os fatos e, com um complexo trabalho de investigação e de inteligência, as equipes identificaram os líderes das facções na região, inclusive, de dentro do sistema penitenciário, bem como outros integrantes responsáveis por promover homicídios, torturas, tráfico de drogas, entre outros crimes graves.


Também foi possível identificar uma mulher de 30 anos como uma das líderes do grupo criminoso, que residiria no estado do Rio de Janeiro e transitava com frequência entre os municípios do Rio de Janeiro e Macaé, locais onde possuía residência.



Cumprimentos de mandados

Foram cumpridos mandados expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso nos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Sinop, Sorriso, Marcelândia, Peixoto de Azevedo, Terra Nova do Norte, Tangará da Serra, Guarantã do Norte, Rio de Janeiro e Macaé.



Também foram cumpridos mandados de prisão na Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop; na Penitenciária Central do Estado e na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, ambas em Cuiabá e na Cadeia Pública de Peixoto de Azevedo, em desfavor de criminosos que já se encontravam presos.


Fonte: Assessoria

Comments


bottom of page