top of page

Ponte Rio Sepotuba: Prefeito Vander reúne moradores e apresenta programa de restauração


O Prefeito de Tangará da Serra, Vander Masson foi pessoalmente ao assentamento Antônio Conselheiro apresentar aos moradores e usuários as providências tomadas e o cronograma estabelecido para reformar da ponte, interditada por DECRETO Nº 82 em 3 de março de 2023, que declarou “situação de emergência pública”.


A reunião foi realizada nas dependências da Escola Marechal Rondon e contou com a presença de dezenas de moradores, líderes de associação de moradores, como o produtor Fernando da Silva Pereira, Presidente da Associação Vale do Sepotuba, vereadores, entre os quais o Presidente do Legislativo Romer Japonês e também secretários municipais.


Falando em nome da Câmara Municipal, o vereador Romer Japonês lembrou que todos os vereadores foram procurados para auxiliar na solução do problema e que o caminho adotado pelo Executivo Municipal – dispensa de licitação – é apropriado e vai criar as condições para contratar uma empresa para recuperar a ponte.


O Presidente da Associação Vale do Sepotuba, Fernando da Silva Pereira pontuou que o Executivo acerta ao tomar essas medidas emergenciais pois a interdição afeta toda a comunidade, desde o sistema educacional ao transporte de insumos, para citar um exemplo apenas.


O Prefeito Vander Masson relembrou as principais ações do Governo Municipal para a manutenção das vias no Assentamento Antônio Conselheiro – patrolamento, cascalhamento e construção de bueiros.


Informou que a obra de recuperação da ponte será bancada com recursos próprios e que já solicitou junto à central de projetos da Associação Matogrossense dos Municípios – AMM, um projeto para construir no local, uma ponte de concreto.


O projeto para a reforma já está pronto. As empresas para a execução das obras já foram comunicadas e algumas já se posicionaram favoravelmente sobre a participação no certame. A partir da escolha da vencedora se saberá exatamente quanto custará a restauração, estimada entre R$ 800.000,00 (oitocentos Mil Reais). a R$ 1.300.000,00 (um Milhão e Trezentos Mil Reais).


Depois de assinada a ordem de serviço estima-se que a reforma esteja concluída em seis meses.


Na reunião ficou acordado que a Secretaria de Infraestrutura vai manter no local uma equipe para melhorar as condições de tráfego nas rotas alternativas que vem sendo utilizadas por moradores, sitiantes e empresários estabelecidos na região afetada.

Comments


bottom of page