top of page

Tangaraenses procurados por crimes são presos enquanto planejavam assalto a banco no Rio de Janeiro


Fotos: PM/Rio, LSM, O Dia

Três integrantes de uma quadrilha especializada em roubo a bancos do Mato Grosso, sendo pelo menos dois deles ex-moradores de Tangará da Serra, foram presos, nesta quinta-feira (05), em Anchieta, na Zona Norte do Rio de Janeiro (RJ).


Localizados após trabalho de inteligência do 41º BPM de Irajá, o trio estava escondido em uma casa sob a proteção de traficantes do Comando Vermelho que atuam no Complexo do Chapadão.



Fotos: PM/Rio, LSM, O Dia

Com os presos, foram apreendidas duas pistolas e carregadores. A suspeita é de que eles planejavam assaltar um banco no estado do Rio.


Mário Alves de Oliveira, vulgo ”Ximboré”, e Eberson Fortunato Rafael, chamado de ”Bingo”, que eram de Tangará da Serra até o ano passado, integrariam um braço da facção que atua no Mato Grosso. Luís Gustavo Holanda Araújo, conhecido como ”LG”, é o terceiro detido no Rio.



Fotos: PM/Rio, LSM, O Dia

O setor de inteligência teria levantado que o bando estava no Rio, atuando em conjunto com traficantes do Complexo do Chapadão.


Segundo informações da PM, o Ximboré é o suspeito mais conhecido das autoridades. Contra ele, há quatro mandados de prisão em aberto. Ele é apontado pela PM do Rio como frente do Comando Vermelho em Tangará da Serra, informou a PM dl Rio. Em MT, o criminoso lideraria o assalto a bancos, lojas e outros comércios.


Eberson "Bingo", também de Tangará da Serra, foi um dos alvos de uma operação da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso em fevereiro do ano passado, quando foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em presídios do estado, em ação que mirava lideranças do CV.


Além dos assaltos a bancos, os PMs também levantaram informações que confirmam a atuação do grupo em crimes de estelionato. Após a prisão, o trio foi levado para sede da Polícia Federal (PF), na Praça Mauá.


Com informações do jornal O Dia/Rio de Janeiro

Comentários


bottom of page