top of page

Autor de chacina tem como defesa, advogado que defendeu apresentador tangaraense Lucas Ferraz


O atirador, Edgar Ricardo de Oliveira (em destaque), tem como advogado de defesa, Marcos Vinicius Borges (no detalhe)

O autor dos disparos que mataram sete pessoas nesta terça-feira (21), em Sinop (MT), Edgar Ricardo de Oliveira, tem como advogado de defesa, o mesmo advogado que defendeu o ex-apresentador da TV tangaraense, Lucas Ferraz, condenado por agredir a esposa em uma confraternização de fim de ano.


O advogado, Marcos Vinicius Borges, anunciou que seu cliente irá se entregar à polícia na manhã desta quinta-feira (23). A defesa informou que o cliente exige presença na imprensa e que seja acompanhado na viatura.


Em entrevista ao portal Sinop Urgente, logo após Ezequias Souza Ribeiro, 27, ser morto pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), o advogado detalhou que Edgar se comprometeu a se render, que não está armado e deseja prisão pacífica.


“Queremos resguardar integridade física dele. Uma das exigências da defesa é que possamos acompanhar na viatura e nos procedimentos. Queremos a presença da mídia”, declarou Borges.


Edgar aparece no vídeo do circuito de segurança do Bruno Snook Bar armado com uma espingarda e atirando em 7 pessoas que estavam no local. 6 morreram no local e a sétima faleceu no hospital. Uma menina de 12 anos está entre os mortos.


Chacina

Edgar e Ezequias estavam jogando sinuca com as vítimas e perderam uma quantidade expressiva em dinheiro. O grupo de homens começou a zombar dos ‘perdedores’, que chegaram a ir embora do local.


Porém, minutos depois, a dupla voltou em posse de uma pistola 380 e uma espingarda calibre 12. Imagens da câmera de segurança mostram o momento que Ezequias manda as vítimas ficarem contra a parede, ele segura a pistola.


Ainda na rua, Edgar organiza algumas coisas na caminhonete – uma Chevrolet S10 que é dele – e tira do banco traseiro a espingarda. Em seguida, ele se junta ao comparsa e mata as vítimas. Depois do crime, eles fogem levando o dinheiro da aposta que estava na mesa de sinuca.


Do total, 6 são homens e uma mulher, sendo ela a pequena Larissa Frazão de Almeida, de 12 anos. Ela é filha de Getúlio Rodrigues Frazão Júnior, de 36 anos.


Morreram ainda, Adriano Balbinote, 46; Orisberto Pereira Souza, 38; Josué Ramos Tenório, 48; Maciel Bruno de Andrade Costa, 35 e Elizeu Santos da Silva, 47.


Com informações da Gazeta Digital

Comentarios


bottom of page